terça-feira, 30 de novembro de 2010

FORMAS DE DISTRIBUIÇÃO DAS COZINHAS

PARTE FINAL.... PROMETO...

Como eu falei aqui, para o bom funcionamento de uma cozinha deve-se distribuir os seus elementos formando o que se chama Triângulo de trabalho, cujos 3 vértices são a pia, a geladeira e o fogão, como visto no desenho abaixo, de preferência. Esta é a forma que permite que pessoa trabalhe com o menor número de movimentos de um ponto à outro quando está preparando as refeições.


Na vida real nem sempre o ambiente permite esta distribuição. Por isso, consideramos a forma do ambiente e  distribuímos, tentando preservar esta idéia, da melhor maneira possível. Abaixo alguns exemplos de formatos de cozinha:

Cozinha com península,  Cozinha com Ilha Central - Para ambientes grandes, quadrados ou retangulares. É uma ótima solução, mas na maioria das vezes inviáveis devido ao tamanho cada vez menor das cozinhas atuais.
As cozinhas quadradas permitem aproveitar as paredes que não têm portas nem janelas e, ao mesmo tempo, criar um módulo central que servirá de mesa de refeições, cooktops ou lava-louças. Para não ter dificuldade na circulação, recomenda-se o uso de 90cm em volta da bancada.

Cozinha em U  e Cozinha Paralela – São Ideais para ambientes pequenos. A paralela é perfeita para cozinhas compridas com portas nos 2 lados menores (o corredor livre deve ter 1,20m no mínimo). Esta é a melhor solução para rentabilizar a área disponível, principalmente em cozinhas pequenas, pois pode sempre aplicar bancadas nas duas paredes, e numa delas pode optar por armários altos.

Cozinha em L  – Ideal para ambientes abertos para a sala por exemplo. Pode ser utilizada tanto em cozinhas retangulares ou quadrado, muito bom para distribuir os armários por duas paredes. A zona de confecção dos alimentos é muito espaçosa e confortável, e também deixa em aberto, uma parede onde é possível colocar uma mesa para refeições.


Cozinha em Linha  -  é o modelo mais usual em apartamentos atualmente, onde fogão, pia e geladeira ficam alinhados na mesma parede. Usada geralmente em cozinhas longas, mas estreitas. É necessário no mínimo, 330 cm de comprimento. E em alguns casos, não é possível criar zonas de refeição na bancada, precisando ser criada uma abertura para  a sala, tornando-a tipo americana, como no esquema abaixo. 
OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: A pia e o fogão, não devem ser aproveitados como peças de apoio, mas sim serem utilizados para cumprir suas funções originais. Outra prioridade e tendência é o uso de gavetões, que fazem parte da evolução da cozinha moderna.
Em projetos antigos, as pessoas tinham de se agachar ou se esforçar para pegar um alimento ou equipamento no fundo da prateleira. Os gavetões vieram para resolver este problema, já que são prateleiras deslizantes que trazem conforto e praticidade para quem os usa.
bjs ............

5 comentários:

Musa disse...

Drika, lê aqui ó:
http://casalfofucho.blogspot.com/search/label/coment%C3%A1rios%20em%20pop-up

Bjos!

Liliane disse...

Muito interessante essas dicas :)

Vanessa Santos disse...

Minha cozinha segue as suas dicas, ameiiii
Beijos

Denise disse...

Muito bacana as dicas.. minha cozinha será em U.. estou encantada com as possibilidades de decoração dessa disposição...

beijãooo

Rosi Maldaner disse...

Bacana, bem organizado. Gostei das dicas.